logotipo ence

 

Recomendações.
Tardes Culturais.
v_SEMIC.
Seloge.
Processo Seletivo 2022.
Processo Seletivo 2022.
Livro 20 anos PPG
Núcleo ENCE Covid-19
Agenda de Eventos Externos
SAS
01/10 
start stop bwd fwd

 
 
 
atividades
 
 
ungp brazil hub logo md
 
 
ico rbe.fw
 
 

Defesa de dissertação de Antônio Etevaldo Teixeira Júnior

Escola Nacional de Ciências Estatísticas

Pós-Graduação em População, Território e Estatísticas Públicas

Defesa de Disssertação

A Escola Nacional de Ciências Estatísticas convida para a defesa da Dissertação de Mestrado intitulada: “Produção de pesos longitudinais para estimação e análise de dados da Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE".

 

Aluno: Antônio Etevaldo Teixeira Júnior
Orientadora: Denise Britz do Nascimento Silva
Coorientadora: Alinne de Carvalho Veiga

 

Data: 05 de agosto 2015 – quarta-feira
Horário: 14h30m
Local: Ence - Rua André Cavalcanti, 106 – Sala 306 – Bairro de Fátima

 

Resumo da Dissertação: Na análise de dados de pesquisas por amostragem, é necessária a incorporação de informações de seu desenho amostral e dos pesos amostrais nos procedimentos de estimação das quantidades de interesse. No caso dos estudos longitudinais, somente unidades amostrais investigadas em todas as ocasiões de interesse são consideradas na análise e devem ter seus pesos amostrais levados em conta nos procedimentos de estimação. As unidades amostrais para as quais não se obtém resposta em pelo menos uma das ocasiões de interesse são descartadas do procedimento de estimação. Sendo assim, os pesos amostrais disponíveis para uma dada ocasião da pesquisa não são em geral adequados para análises longitudinais, considerando-se a possibilidade de ocorrência de não resposta longitudinal diferenciada. Nessa dissertação foram produzidos pesos amostrais longitudinais para a Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE (PME/IBGE) utilizando-se duas técnicas estatísticas: a calibração, para compensar a não resposta transversal (numa dada ocasião); e a regressão logística, para estimar as propensões de resposta associadas ao componente longitudinal. Pesos longitudinais foram produzidos para três diferentes escopos de análise: evolução mensal, anual e entre a primeira e última visita ao informante (painel completo). Os resultados da dissertação demonstram a importância da produção e utilização de pesos longitudinais, indicando que o uso dos pesos publicados pela pesquisa não corrigem adequadamente o viés de não resposta para o caso de estudos com foco em análises longitudinais.

 

Banca examinadora:
Dra. Denise Britz do Nascimento Silva (Ence/IBGE) – Orientadora
Dra. Alinne de Carvalho Veiga (Ence/IBGE) - Coorientadora
Dra.Maria Luiza Guerra de Toledo(Ence/IBGE)
Dr. Dr. Augusto Carvalho Souza (UFJF)

 

Coordenação de Pós Graduação

SUZANA CAVENAGHI

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro