logotipo ence

 

Curso EaD.
Plano de Trabalho 2024.
EPA24.
ENCEemFOCO_N2.
Catalogo de Projetos 2023
Nota 5 Post para Facebook
SAS
1/7 
start stop bwd fwd

 
 
  

Vídeo Institucional
 
 
 
ungp brazil hub logo md
 
 
 
ico rbe.fw
 
 
 
banner com qrcode completo

Seminário Ence - A agenda de produção de informações sobre as Áreas Protegidas brasileiras nos Censos Demográficos e Agropecuários

A ENCE tem o prazer de convidar para o Seminário no dia 08 de julho:

A agenda de produção de informações sobre as Áreas Protegidas brasileiras nos Censos Demográficos e Agropecuários

 

Palestrante: Fernando Damasco

Pesquisador e Gerente de Territórios Tradicionais e Áreas Protegidas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Professor do curso de especialização "lato sensu" em Análise Ambiental e Gestão do Território da Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE/IBGE). Graduado em Licenciatura e Bacharelado em Geografia pela UFF (Niterói/RJ, 2014, com estágio de graduação no Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho em Portugal). Mestre em Geografia pela UFF, área de concentração Ordenamento Territorial e Ambiental (Niterói/RJ, 2016). Desde 2018, é doutorando em Geografia na UFF (Niterói/RJ), campo temático "Território, Política e Movimentos Sociais". Membro do Núcleo de Estudos Território e Resistência na Globalização (NUREG). Experiência nas áreas de Geografia Política, Geografia da População, Geografia Sócio-Ambiental e Estatísticas Públicas, atuando principalmente nos temas: território e territorialização, ordenamento territorial, povos e comunidades tradicionais, etnicidade e estatísticas públicas, população e território, relações sociedade/natureza, conflitos ambientais.

 

Dia: 08/07/2024 – segunda-feira

Horário: 16 horas.

Por videoconferência através do link https://ibge.webex.com/ibge/j.php?MTID=m25519d4d2e164bca87346b4214449eeb 

Resumo:

Nos últimos anos, sobretudo no contexto da crise climática, é crescente o interesse pelas áreas protegidas, entendidas como espaços destinados à sobrevivência dos ecossistemas e à reprodução de organizações sociais, hábitos e práticas de povos e comunidades tradicionais, considerados aliados prioritários da conservação ambiental. Por meio do Decreto n. 5.758, de 13 de abril de 2006, o Estado brasileiro definiu os objetivos estratégicos para a definição de um sistema abrangente de áreas protegidas ecologicamente representativo abrangendo as Unidades de Conservação, as Terras Indígenas e os Territórios Quilombolas. A produção de informações estatísticas para estes recortes tem sido uma preocupação do IBGE que, no Censo Demográfico 2010, foi iniciada uma série estatística importante para as Terras Indígenas, ampliada posteriormente no Censo Agropecuário, Florestal e Aquícola 2017. Nesta palestra, detalharemos os avanços obtidos na divulgação de resultados do Censo Demográfico 2022 para as Terras Indígenas e os Territórios Quilombolas, os desafios envolvidos na produção de resultados por Unidades de Conservação e as perspectivas para a conformação de um recorte territorial integrado das Áreas Protegidas brasileiras.

 

Informações:

Tel.: 2142-4696 ou 2142-4691

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A participação é aberta a todos os docentes, alunos, funcionários do IBGE e ao público em geral.

 

Coordenações da Graduação e da Pós-Graduação

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro