logotipo ence

 

Processo Seletivo 2023.
Processo Seletivo 2022.
Evento.
Dia do Estatístico.
Recomendações.
Seloge.
Livro 20 anos PPG
Núcleo ENCE Covid-19
Agenda de Eventos Externos
SAS
01/10 
start stop bwd fwd

 
 
 
atividades
 
 
ungp brazil hub logo md
 
 
ico rbe.fw
 
 

Seminário ENCE: "EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA NO INÍCIO DO SÉCULO XXI: INCLUSÃO INTERROMPIDA?"

A ENCE tem o prazer de convidar para o Seminário ENCE no dia 08 de agosto

EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA NO INÍCIO DO SÉCULO XXI: INCLUSÃO INTERROMPIDA?

 

Palestrante: Ana Luíza Matos de Oliveira

(Mestra e Doutora em Desenvolvimento Econômico  pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP e Associadada na Unidade de Desenvolvimento Econômico da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe – CEPAL/México)

 

Dia: 08/08/2022 – segunda-feira

Horário 16:00 – 18:00 horas.

Local: https://ibge.webex.com/ibge/j.php?MTID=m2d67fb621d7b37bc1d24397c3458125c

Resumo

O Brasil apresenta enormes desigualdades que se manifestam também no acesso aos direitos sociais. Historicamente o acesso à educação superior no Brasil foi altamente restrito à elite econômica, majoritariamente branca, das Unidades da Federação mais ricas do país. No entanto, entre 2002 e 2014, período de crescimento econômico e de políticas voltadas para a ampliação das instituições/vagas de educação superior e para a inclusão social, houve importantes mudanças nesse setor. Qual a extensão destas mudanças? De que forma as políticas públicas contribuíram para essas mudanças? Quais as perspectivas para a educação superior considerando a reversão de parte destas políticas? Neste contexto, a apresentação tratará dos principais pontos da minha tese de doutorado que trata da desigualdade no acesso à educação superior brasileira nas perspectivas de renda, raça/cor e regional. Seu objetivo é avaliar a evolução recente do acesso da população brasileira à educação superior, assim como o perfil dos estudantes tendo em vista o conjunto de políticas públicas direcionadas para a educação superior. Os dados mostram que, de 2001 a 2015, houve ampliação da representatividade dos negros como estudantes, do número de estudantes em outras Unidades da Federação que não as do eixo Sul-Sudeste-Brasília e do percentual de estudantes de renda baixa (apesar de a renda per capita domiciliar ter crescido expressivamente neste período), entre outras mudanças. A hipótese é de que o período recente revela uma convergência entre o perfil do estudante em direção ao perfil médio da população brasileira, o que configura uma democratização do acesso à educação superior, ainda que persistam importantes desigualdades. Isso decorre de uma combinação virtuosa de crescimento econômico, redução de desigualdades e políticas públicas voltadas para a educação superior. Adicionalmente, busca-se mostrar que esse processo de inclusão pode estar ameaçado por políticas de austeridade fiscal, em especial a Emenda Constitucional 95, assim como pela reversão de parte das políticas públicas responsáveis pelo processo de inclusão. Para além da tese, defendida em fevereiro de 2019, apresentarei dados mais recentes.

Informações:

Tel.: 2142-4696 ou 2142-4691 e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Coordenações da Graduação e da Pós-Graduação

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro