logotipo ence

 

Processo Seletivo 2022.
Processo Seletivo 2022.
Seminário de dissertação 2021
Livro 20 anos PPG
Seloge.
Núcleo ENCE Covid-19
Agenda de Eventos Externos
Horário
processo_seletivo.
SAS

 
 
 
atividades
 
 
 
 
ico rbe.fw
 
 

Seminário ENCE: "Subregistro - Avanços e Limitações - métodos de pareamento, captura e recaptura"

ENCE tem o prazer de convidar para o Seminário ENCE:

A ENCE tem o prazer de convidar para o Seminário ENCE no dia 30 de agosto:

Subregistro - Avanços e Limitações - métodos de pareamento, captura e recaptura

 

Luiz Fernando Lima CostaJose Eduardo de Oliveira TrindadeAntônio Tadeu Ribeiro de OliveiraAilton José Lima Martins Furtado (Coordenação de População e Indicadores Sociais – COPIS/IBGE)

Dia: 30/08/2021 – segunda-feira

Horário 16:00 – 18:00 horas.

Dados de acesso ao seminário

Link: https://ibge.webex.com/ibge/j.php?MTID=mcc77bb12025992aa3eae227846fb78b5

Número da reunião: 179 065 5084       Senha: seminario123

 

Resumo: Até meados da década de 2010, a estimativa do sub-registro dos eventos vitais - nascimentos vivos e óbitos – era realizada a partir da comparação com os nascimentos e falecimentos derivados das projeções populacionais. Ocorre que com a melhoria da cobertura dos eventos e a perda de precisão nas estimativas derivadas da projeção, à medida do passar do tempo, em algumas Unidades da Federação os nascimentos e óbitos observados superavam os projetados. Desse modo, o IBGE sentiu a necessidade de buscar uma nova metodologia que permitisse, com maior robustez, estimar o sub-registro das estatísticas vitais. Nesse sentido, recorreu-se a dois métodos: o pareamento entre as bases de dados das Estatísticas do Registro Civil, produzidas pelo IBGE, e dos Sistemas de Mortalidade (SIM) e de Nascidos Vivos (SINASC), sob gestão do Ministério da Saúde; e a posterior aplicação do método de captura e recaptura. Em linhas gerais, num primeiro momento foi implementado o pareamento utilizando, inicialmente, como variável de ligação os números da declaração de nascimento e de óbito e, em seguida, para os casos não pareados, uma chave composta com outras variáveis comuns a ambas as bases. Finalizado o pareamento, foi aplicado o método de captura e recaptura a partir do emprego do modelo linear generalizado (GLM), visando estimar o total de nascidos vivos e óbitos de modo a mensurar a cobertura em cada um dos levantamentos. O GLM apresenta uma abordagem que visa modelar a probabilidade de o indivíduo ser capturado usando variáveis presentes nas respectivas bases de dados, a partir do emprego de probabilidade condicional, modela as probabilidades de captura em termos de covariáveis observáveis.

Informações: Tel.: 2142-4696 ou 2142-4691

e-mail:   O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 Coordenações da Graduação e da Pós-Graduação

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro