logotipo ence

 

Concurso ENCE Copa 2018
Seminario
Seloge.
processo_seletivo.
SAS
Horario
Ence 60 anos
1/7 
start stop bwd fwd

 
 sinape2018
 
 ser

Defesa de Dissertação de Gilvan Teles Barroso Junior

 ESCOLA NACIONAL DE CIÊNCIAS ESTATÍSTICAS 

Pós-Graduação em População, Território e Estatísticas Públicas
Defesa de Dissertação

A Escola Nacional de Ciências Estatísticas convida para a defesa da Dissertação de Mestrado intitulada: “A Letalidade dos Acidentes de Trânsito nas Rodovias Federais Brasileiras”.

Aluno: Gilvan Teles Barroso Junior
Orientadora: Ana Carolina Soares Bertho
Coorientadora: Alinne de Carvalho Veiga

Data: 2 de abril de 2018 – Segunda-Feira
Horário: 14h00m
Local: Ence – Rua André Cavalcanti, 106 – Sala 304 – Bairro de Fátima

Resumo da Dissertação: A preocupação com a mortalidade por acidentes de trânsito têm crescido em todo o mundo e este é reconhecido como um importante problema de saúde pública, sendo a principal causa de mortalidade entre jovens de 15 a 29 anos de idade (WHO, 2016). Nesta dissertação foi analisada a evolução das características das vítimas de acidentes de trânsito que ocorreram em rodovias federais brasileiras entre os anos de 2007 a 2016. Também se investigou a relação entre a letalidade destes acidentes, as características das vítimas e o contexto de ocorrência desses a partir de dados referentes ao ano de 2016. Para esta finalidade, foi utilizado um modelo binomial de regressão logística. Observou-se que, em geral, as taxas de vitimização por acidentes de trânsito em rodovias federais têm decaído para ambos os sexos e todas as faixas etárias desde 2011, o percentual de vítimas envolvidas em acidentes como ocupantes de motocicleta tem aumentado ao longo dos anos e tanto as características das vítimas como dos acidentes são fatores que possuem alta relação com a letalidade no trânsito. Além disso, os resultados obtidos a partir do modelo estatístico indicaram que, em média, as chances de um acidente de trânsito ser letal são maiores para indivíduos do sexo masculino, pedestres, ocorrências na região Nordeste, durante o domingo, durante a madrugada, nas curvas, nas áreas rurais e são maiores para vítimas com idades mais elevadas. Quanto às variáveis tipo de pista e tipo de acidente, estas apresentaram uma interação significativa no modelo estimado. A combinação de categorias dessas duas variáveis que apresentou a maior média de taxas de letalidade foi o atropelamento de pessoa em pista dupla.

Banca examinadora:
Dra. Ana Carolina Soares Bertho (IBGE/Ence/CPG) - Orientadora
Dra. Alinne de Carvalho Veiga (IBGE/Ence/CPG) - Coorientadora
Dr. César Augusto Marques da Silva (IBGE/Ence/CPG)
Dr. Cosme Marcelo Furtado Passos da Silva (Fiocruz)

Coordenação de Pós-Graduação
CÉSAR MARQUES

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro