logotipo ence

 

Seminario
PTEP
Seloge.
processo_seletivo.
SAS
Horario
Ence 60 anos
1/7 
start stop bwd fwd

 isi2017
 
 
 Vesamp

Defesa de Dissertação de Karoline Trindade Dutra

 ESCOLA NACIONAL DE CIÊNCIAS ESTATÍSTICAS
Pós-Graduação em População, Território e Estatísticas Públicas

Defesa de Dissertação

A Escola Nacional de Ciências Estatísticas convida para a defesa da Dissertação de Mestrado intitulada: “Fatores associados ao risco de conclusão e evasão no ensino superior brasileiro: o papel do Prouni integral”.

Aluna: Karoline Trindade Dutra
Data: 29 de agosto de 2017 – terça-feira
Horário: 14h00m
Local: Ence - Rua André Cavalcanti, 106 – Sala 306 – Bairro de Fátima

Resumo da Dissertação: O acesso ao ensino superior no Brasil tem aumentado nos últimos anos, mas além de ainda ser baixo, tem desigualdades sociais enormes no perfil da população que consegue ingressar no terceiro grau. Assim, principalmente desde os anos 2000, foram desenvolvidos programas governamentais que buscam ampliar o acesso de pessoas com baixa renda no ensino superior, como o Prouni, entre outras iniciativas pontuais. Alguns estudos têm mostrado que esses programas trazem benefícios aos alunos, associando melhor desempenho escolar daqueles que são beneficiários dos mesmos. Entretanto, com relação à taxa de conclusão, não existem no Brasil estudos em nível nacional que analisam os possíveis efeitos desses programas na trajetória dos alunos. Portanto, o objetivo principal aqui é de considerar a estrutura longitudinal da trajetória dos estudantes para analisar os fatores associados ao risco de conclusão e evasão do curso, de alunos que iniciaram este curso em 2010, comparando aqueles vinculados ao programa Prouni integral, com estudantes que possuem ou não outros tipos de financiamentos. Para tal foi construído um banco de dados longitudinal com base no Censo da Educação Superior de 2010 a 2014, utilizando um modelo de análise de sobrevivência que incorpora riscos competitivos, em que estima-se o risco de conclusão do curso considerando o risco de evasão. Tanto a construção dos dados longitudinais como a aplicação do método estatístico apresentaram desafios enormes que são discutidos no trabalho. O risco de conclusão do curso iniciado em 2010 é estatisticamente significante e maior para alunos com Prouni integral comparado aos demais. A probabilidade de conclusão em 2014, de alunos com Prouni integral que iniciaram o curso em 2010 em cursos de quatro anos de duração foi 0,433, aqueles com financiamento reembolsável de 0,388 e os sem nenhum tipo de financiamento estudantil em IES privadas de 0,233. Para os cursos de cinco anos estas probabilidades foram respectivamente de 0,308, 0,272 e 0,162. Apesar de todas serem probabilidades de conclusão bastante baixas, de alguma forma os financiamentos estudantis parecem indicar taxa de conclusão maior para seus beneficiários. No entanto, há necessidade de avanços tanto em termos de dados quanto metodológicos para melhor entendimento deste processo.

Banca examinadora:
Dra. Suzana Marta Cavenaghi (Ence/IBGE) - Orientadora
Dra. Maria Luiza Guerra de Toledo (Ence/IBGE) – Coorientadora
Dr. Paulo de Martino Jannuzzi (Ence/IBGE)
Dr. Fábio Domingues Waltenberg (UFF)

                            
Coordenação de Pós-Graduação
CÉSAR MARQUES

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro