logotipo ence

 

Segundo semestre de 2020.
Núcleo ENCE Covid-19
Agenda de Eventos Externos
Horário
Seloge.
processo_seletivo.
SAS
1/7 
start stop bwd fwd

 
 
 
atividades
 
 
 
 
ico rbe.fw
 
 

Seminário Ence: A reforma da Previdência e o novo modelo atuarial do governo federal para o RGPS

 

Seminário Ence

A ENCE tem o prazer de convidar para a palestra:

A reforma da Previdência e o novo modelo atuarial do governo federal para o RGPS

Palestrante
Denise Gentil
UFRJ

Dia: 17/07/2017 – segunda-feira
Horário: 16:00-18:00 horas
Local: ENCE – Rua André Cavalcanti, 106 - sala 306 – Bairro de Fátima

Resumo: O objetivo é apresentar o resultado de um conjunto de contribuições elaboradas recentemente, na forma de 3 artigos, que visam fazer uma avaliação crítica do modelo atuarial do Regime Geral da Previdência Social (RGPS) que está servindo de base para a proposta de reforma da Previdência Social do governo Temer. Como resultado da pesquisa (realizada por um grupo composto de engenheiros, matemáticos, economistas e um demógrafo), constatou-se que os problemas encontrados no modelo atuarial não são apenas graves. O modelo, entre outros achados, tendenciosamente superestima as despesas e subestima as receitas, o que faz com que não se torne sequer minimamente confiável como um instrumento de avaliação da necessidade de reforma do sistema previdenciário. Além disso, apresenta insuficiência de informações, descontinuidade de dados entre períodos, equações inconsistentes e cálculos de probabilidade incorretos, o que torna inviável obter-se um conhecimento preciso das variáveis mais estratégicas para o cálculo da necessidade de financiamento do sistema previdenciário no longo prazo. Ao fornecer um desenho obscuro e incompleto da situação previdenciária do futuro, o debate público sobre os rumos da previdência social brasileira fica prejudicado pela assimetria de informações e de poder político. De um lado, o governo exerce forte pressão por mudanças nas regras previdenciárias apresentando números catastróficos sobre o futuro; do outro lado, a população e seus representantes no Congresso não conseguem acessar satisfatoriamente as informações que lhe permitiriam avaliar as condições presentes e futuras da previdência social, porque o governo não dá suficiente transparência, não demonstra competência na elaboração do modelo atuarial e nem dá publicidade ao que deveria ser de amplo conhecimento e domínio da sociedade. Portanto, a segurança do processo decisório do Legislativo sobre a Proposta de Emenda Constitucional 287/2016 mostra-se amplamente prejudicada.

A participação é aberta e contamos com a participação de todos os professores e alunos da pós-graduação, da especialização e da graduação, assim como de todos os funcionários do IBGE.

Informações:
Tel.: 2142-4696 - 2142-4691
e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Coordenações da Graduação e da Pós-Graduação

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro