logotipo ence

 

Seloge.
Pesquisa com Egressos
Seminario.
processo_seletivo.
SAS
Horario
1/6 
start stop bwd fwd

 
 
 Cartaz20AnosPPG Ence
 

Seminário Ence: Uma Análise do Desempenho das Escolas na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas entre os anos de 2006 e 2013

Escola Nacional de Ciências Estatísticas

Seminário ENCE

A ENCE tem o prazer de convidar para a palestra:

Uma Análise do Desempenho das Escolas na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas entre os anos de 2006 e 2013

Alexandra Mello Schmidt
Professora titular - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Dia: 5/10/2015 – segunda-feira
Horário: 16:00-18:00 horas
Local: ENCE – Rua André Cavalcanti, 106 - sala 306 – Bairro de Fátima

Resumo: A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é organizada anualmente desde 2005. A edição de 2013 contou com a participação de 47.000 escolas, envolvendo cerca de 19,2 milhões de estudantes. As escolas públicas brasileiras são classificadas em municipais, estaduais ou federais. Os estudantes que participam da OBMEP estão em um de 3 possíveis níveis educacionais, dois no ensino fundamental e um no ensino médio. Nosso objetivo é investigar o desempenho das escolas públicas, separadas pelos níveis educacionais, que participaram nas edições de 2006 à 2013 da OBMEP. Inicialmente fazemos um estudo da população em estudo. Em seguida, propomos um modelo hierárquico dinâmico de regressão beta de modo que a média e a precisão da distribuição beta são modeladas como funções de possíveis covariáveis. Além disso, o modelo permite acomodar a natureza hierárquica e temporal das observações.  Nosso estudo aponta que o desempenho médio das escolas cresce com o índice de desenvolvimento humano (IDH) do município a qual a escola pertence. Escolas federais possuem um desempenho médio melhor do que escolas estaduais ou municipais. E mais, a diferença do desempenho médio entre escolas federais e, estaduais ou municipais, aumenta com o IDH. Escolas que possuem uma maior proporção de meninos na 2a fase da OBMEP tendem a ter melhor desempenho médio nos segundo e terceiro níveis educacionais. Este trabalho foi desenvolvido em conjunto com Caroline P. de Moraes (CEFET-RJ) e Helio S. Migon (IM-UFRJ).

A participação é aberta e contamos com a participação de todos os professores e alunos da pós-graduação, da especialização e da graduação, assim como de todos os funcionários do IBGE.

Informações:
Tel.: 2142-4696 - 2142-4691
e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Coordenações da Graduação e da Pós-Graduação

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro