logotipo ence

 

Segundo semestre de 2020.
Núcleo ENCE Covid-19
Agenda de Eventos Externos
Horário
Seloge.
processo_seletivo.
SAS
1/7 
start stop bwd fwd

 
 
 
atividades
 
 
 
 
ico rbe.fw
 
 

Defesa de Monografia da Especialização de Marjorie Claudino Wippel

       Escola Nacional de Ciências Estatísticas

Pós-Graduação Lato Sensu em Análise Ambiental e Gestão do Território

Apresentação de Monografia

A Escola Nacional de Ciências Estatísticas convida para a apresentação da monografia final do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Análise Ambiental e Gestão do Território intitulada:

Aldeia Maracanã: O conflito em torno de sua (R)existência diante do empresariamento da cidade do Rio de Janeiro”.

 

Aluna: Marjorie Claudino Wippel

Data: 11 de Agosto de 2020 – Terça-feira

Horário: 14h00m 

Resumo: O antigo prédio do Museu do Índio, localizado ao lado do estádio do Maracanã, na zona norte do Rio de Janeiro, é objeto de um conflito que vai além da escala territorial e judicial, entre Estado do Rio de Janeiro e um movimento conhecido como Resistência da Aldeia Maracanã que hoje ocupa o local, o qual luta contra a invisibilização perante as imposições estabelecidas pelo governo, e construtoras, quando da época de grandes eventos como a Copa de 2014 e Olímpiadas de 2016, e sua incitação ocorrida após as eleições de 2018. Desta maneira, a presente pesquisa visa discutir o conceito de território como categoria normativa, de análise e, principalmente, da prática, apresentando alguns pressupostos para o entendimento de como o conceito é apropriado pelos indígenas em sua luta, bem como, analisar o conflito pelo território da Aldeia Maracanã, mediante as reivindicações dos indígenas do movimento e das ações do Estado. Por meio da revisão bibliográfica e documental pôde-se chegar ao embasamento teórico e empírico necessário a respeito do tema, além disso foi realizado um levantamento de acontecimentos e fatos marcantes para a estruturação do conflito, bem como foram realizadas visitas de campo exploratórias, participação em atividades do movimento, bem como o acompanhamento do processo jurídico. A resistência do movimento apresenta-se como fundamental, entre outros fatores, por confrontar o discurso de ódio, o preconceito e o racismo institucional intensificado atualmente contra populações indígenas, e isso pôde ser percebido no dia a dia do local, na diversidade da cultura indígena, na interação com outras minorias, na resistência e na r-existência da luta desse movimento.

Palavras-chave: Aldeia Maracanã, Território Indígena, Conflito Territorial, Empresariamento urbano.

Banca examinadora:

Dra Letícia de Carvalho Giannella (ENCE/IBGE) - Orientadora

Dr. Fernando Souza Damasco (DGC/IBGE) - Coorientador

Dra Marta de Oliveira Antunes (DPE/IBGE)

Dr. Fabio Giusti Azevedo de Britto (CETEM/MCTIC)

Gerência do Lato Sensu

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro