logotipo ence

 

Seloge.
Pesquisa com Egressos
Seminario.
processo_seletivo.
SAS
Horario
1/6 
start stop bwd fwd

 
 
 Cartaz20AnosPPG Ence
 

Defesa de Dissertação de Renata Curi de Moura Estevão Nagatomi

 

ESCOLA NACIONAL DE CIÊNCIAS ESTATÍSTICAS

Pós-Graduação em População, Território e Estatísticas Públicas

Defesa de Dissertação

A Escola Nacional de Ciências Estatísticas convida para a defesa da Dissertação de Mestrado intitulada: “Cidades Inteligentes no Brasil: Sistema de mensuração com foco em bem-estar social, a partir de estatísticas públicas”.

Aluna: Renata Curi de Moura Estevão Nagatomi
Data: 30 de agosto de 2019 – Sexta-Feira
Horário: 10h00m
Local: Ence - Rua André Cavalcanti, 106 – Sala 306 – Bairro de Fátima

Resumo da Dissertação: Ao longo dos últimos anos, com o boom das tecnologias de informação e comunicação (TIC) e o aumento populacional nos centros urbanos, uma demanda econômica e social mundial, globalizada, vem pressionando por mudanças, melhorias em serviços e da qualidade de vida. Combinando aspectos ideológicos e político-governamentais vem sendo cunhada a denominação “Cidades Inteligentes” ou “Smart Cities” para tratar dos novos desafios enfrentados pelas cidades, abrangendo aspectos econômicos, sociais e ambientais em uma abordagem holística. Destarte, esta pesquisa tem por objetivo a construção de um sistema de indicadores perpassando aspectos econômicos, de mobilidade, do ambiente, das pessoas, de vida e de governança para mensurar a aplicação deste conceito para as cidades brasileiras com mais de 100.000 habitantes em 2010. Para isso são consideradas as diretrizes internacionais da norma ISO 37120:2018, empregados dados oficiais disponíveis e utilizada a técnica estatística exploratória da Análise Fatorial. Esta técnica se mostra eficiente na redução de 78 indicadores, variáveis observadas, em 12 fatores que representem estatisticamente um conjunto de indicadores sintéticos possibilitando comparar as cidades brasileiras entre si. Os resultados evidenciam que existem cidades que participam de ambos os extremos em fatores distintos, entretanto para uma visão global, a situação de cada cidade deve ser efetuada conjugando os indicadores sintéticos como um sistema de avaliação por dimensões de análise. Desta forma, este conjunto de indicadores sintéticos são passíveis de utilização pelos tomadores de decisão, gestores locais, bem como pelas associações sociais para o pleito por melhorias em suas cidades. Cabe destacar ainda neste trabalho a dificuldade em obter dados confiáveis e padronizados atestando a necessidade de pesquisas de abrangência nacional que forneçam informações com uma temporalidade mais tempestiva, necessária para um acompanhamento regular de políticas públicas

Banca examinadora:
Dra. Julia Celia Mercedes Strauch (Ence/IBGE) – Orientadora
Dr. Daniel Takata Gomes (Ence/IBGE) – Coorientador
Dr. Miguel Antonio Pinho Bruno (Ence/IBGE)
Dr. Claudio João Barreto dos Santos (UERJ)

Coordenação de Pós-Graduação
CÉSAR MARQUES

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro