logotipo ence

 

Seloge.
Pesquisa com Egressos
Seminario.
processo_seletivo.
SAS
Horario
1/6 
start stop bwd fwd

 
 
 Cartaz20AnosPPG Ence
 

Defesa de Dissertação de Natalia Brandão Caridá

 

ESCOLA NACIONAL DE CIÊNCIAS ESTATÍSTICAS

Pós-Graduação em População, Território e Estatísticas Públicas

Defesa de Dissertação

A Escola Nacional de Ciências Estatísticas convida para a defesa da Dissertação de Mestrado intitulada: “Um olhar sobre a manutenção das práticas de agricultura na cidade do Rio de Janeiro”.

Aluna: Natalia Brandão Caridá
Data: 22 de agosto de 2019 – Quinta-Feira
Horário: 14h30m
Local: Ence - Rua André Cavalcanti, 106 – Sala 306 – Bairro de Fátima

Resumo da Dissertação: O crescente processo de urbanização que vivenciamos já coloca mais da metade da população mundial nas cidades. Essa urbanização é acompanhada de uma série de desafios e impactos, entre os quais identificamos a pressão sobre os espaços e modos de vida entendidos como rurais. Por outro lado, é também nos ambientes urbanos metropolizados que agriculturas se rearticulam para (re)produzir seus modos de vida e co-criar novas geografias urbanas que contemplem suas necessidades e anseios. Frente a esse cenário o presente trabalho teve como objetivo discutir a permanência da agricultura no contexto de grandes centros urbanos frente ao fenômeno de extinção desses espaços, mais especificamente, a situação presente na metrópole carioca. Trabalhamos no sentido de compreender os principais elementos – políticos, socioeconômicos e culturas – de manutenção ou constrangimento dessas atividades. A pesquisa se desenhou a partir de uma abordagem essencialmente qualitativa com caráter exploratório e descritivo. A bagagem teórico-metodológica adotada explorou a relação rural-urbano e campo-cidade, bem como a centralidade do processo de metropolização sobre as questões territoriais. O trabalho também buscou construir uma caracterização socioeconômica das agriculturas e agricultores existentes no município, tanto a partir dos dados oficiais disponíveis, quanto perante um trabalho de campo, na forma de observação participante e aplicação de questionários e entrevistas semiestruturadas. Os resultados apontam para uma rearticulação da agricultura no município a partir de novas bases técnicas e iniciativas em rede. Os principais obstáculos são o desconhecimento técnico-político (Plano Diretor e demais legislações de ordenamento territorial que não reconhecem ou consideram a agricultura), a invisibilização das múltiplas facetas da agricultura urbana e, consequentemente, o abismo nos levantamentos oficiais sobre essa prática.

Banca examinadora:
Dr. Fabio Giusti Azevedo de Britto (Ence/IBGE) – Orientador
Dr. César Augusto Marques da Silva (Ence/IBGE)
Dra. Yana dos Santos Moysés (Celso Lisboa)

Coordenação de Pós-Graduação
CÉSAR MARQUES

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro